domingo, 3 de maio de 2015

Vasco vence o Botafogo, quebra jejum e é campeão

Desde 2003 o time cruz-maltino não vencia o Campeonato Carioca. Rafael Silva e Gilberto fizeram os gols vascaínos, com Diego Jardel descontando.
Daqui a alguns anos, poderemos lembrar desse título do Vasco como sendo aquele da “volta do respeito”. Pode ser o da “quebra do jejum”. Poderemos classificar como a conquista que “encerrou a escrita de jamais ter vencido o Botafogo em decisões”. Ou, ainda, “aquela final do Rafael Silva”. O torcedor fique à vontade para escolher. O que importa é que o Vasco deste domingo provou que sua grandeza não tem fim. Existem pequenos intervalos, como foi o período desde 2003 sem conquistar o Campeonato Carioca. Há, na verdade, sempre uma nova maneira de contar por que o clube é o que é. Pode ser, por exemplo, um mosaico escrito que o Maracanã é seu desde 1950. Pior para o Botafogo, que lutou muito, mas não teve forças para evitar nova derrota e ficou com o vice após o 2 a 1 desta tarde. Pela 23ª vez, o Rio de Janeiro, o Maracanã e a alegria são cruz-maltinos.
A tensão por se tratar de uma decisão contribuiu para o baixo nível técnico do primeiro tempo. Nervosos, os times fizeram faltas duras. Foram sete amarelos distribuídos, quatro para o Botafogo e três para o Vasco. Precisando vencer para ao menos forçar a decisão por pênaltis, o Alvinegro deu a falsa impressão de que pressionaria, quando Bill, aos 4, perdeu na cara de Martín Silva. Foi só. O time, que perdeu Willian Arão machucado aos 27, abusou dos chutões para frente. Quando quis sair tocando, o Vasco, que só ameaçou na bola parada e pouco se expôs, agradeceu. Aos 44, Guiñazu pressionou e roubou a bola de Marcelo Mattos perto da área. O argentino tocou para Rafael Silva, que, com a bola quicando, bateu cruzado, de esquerda, e abriu o marcador.
O Botafogo voltou para a segunda etapa com Diego Jardel na vaga de Tomas. Foi o meia quem empatou aos 29, depois de o Alvinegro passar boa parte do tempo rondando, sem perigo, a área cruz-maltina. O Vasco, que antes tinha visto Gilberto dar dois chutes perigosos, recuou. Mas se postou bem na defesa. Segura, sua zaga cortou a maioria dos cruzamentos. Martín Silva teve pouco trabalho. Fernandes, expulso, deixou o Botafogo com 10 aos 39. Com espaço, Marcinho e Bernardo, ambos que entraram na segunda etapa, seguraram a bola na frente nos minutos finais. Gilberto, em belo chute cruzado dentro da área, deu o triunfo ao time de Doriva aos 46.

Rafael Silva saiu do banco para decidir o primeiro jogo. Neste domingo, foi titular e correspondeu, se tornando o mais novo carrasco alvinegro. Deu apenas um chute a gol, certeiro, desafogando a torcida cruz-maltina no Maracanã. Estrela e oportunismo do atacante, que chegou sem badalação no ano passado a São Januário e escreveu seu nome na rica história vascaína.
- Ganhei de novo junto com o Doriva e o Anderson Salles (foram campeões pelo Ituano-SP em 2014). Espero ser tri ano que vem. Quero renovar meu contrato e ficar no Vasco.
Fonte:: G1.com


Santos bate o Palmeiras nos pênaltis e conquista seu 21º título paulista

Peixe abriu 2 a 0 no primeiro tempo, mas gol de Lucas, no segundo tempo, fez Verdão renascer na partida. Nas penalidades, brilhou a estrela do goleiro Vladimir, que defendeu a cobrança de Rafael Marques.
Nos pênaltis, com sofrimento, tensão e um grito de alívio no final. Assim, o Santos conquistou seu 21º título estadual neste domingo, na Vila Belmiro, ao vencer o Palmeiras, por 2 a 1, no tempo normal, e, nos pênaltis, fazer 4 a 2. Durante os 90 minutos, cada time dominou uma metade: o Peixe foi melhor no início e fez 2 a 0, com David Braz e Ricardo Oliveira. Depois do intervalo, o Verdão foi superior, diminuiu o placar, com Lucas, e forçou a disputa por penalidades, pois havia vencido o jogo de ida, domingo passado, por 1 a 0.
Então, entrou em campo a maior calma dos santistas, que tiveram ótimo desempenho: Braz, Gustavo Henrique, Victor Ferraz e Lucas Lima converteram suas cobranças. No Palmeiras, Cleiton Xavier e Leandro Pereira marcaram, mas Rafael Marques e Jackson perderam.

Fonte: G1.com

Na Fonte Nova, Bahia goleia o Vitória da Conquista e é bicampeão do Baiano

O Bahia goleou o Vitória da Conquista por 6 a 0 e se sagrou bicampeão do Campeonato Baiano na tarde deste domingo (3). Depois de perder por 3 a 0 a partida de ida e de ser vice-campeão do Nordestão durante a semana, o time tricolor reagiu e reverteu o placar na Fonte Nova hoje. Robson, Bruno Paulista, Kieza e Souza, duas vezes cada, marcaram pelo tricolor.
Foi o 46º título do Bahia e a primeira volta olímpica da nova Fonte Nova. O último título do Bahia no estádio foi há 14 anos, quando o tricolor foi campeão da Copa do Nordeste, em 2001, sobre o Sport.
O Bahia começou o jogo de maneira intensa e em apenas 22 minutos conseguiu fazer o placar que revertia a vantagem e dava ao tricolor o título baiano de 2014. Depois de uma pressão inicial, já aos 9 minutos o Bahia abriu o placar com o zagueiro Robson.
Souza cruzou, Viáfara tirou de soco e depois uma sobra de bola ficou com Robson, que fuzilou da entrada da área e marcou 1 a 0. Aos 13 minutos, em jogada parecida a bola sobrou fora da área para Bruno Paulista chutar de primeira e marcar um golaço. Faltava um gol para o tricolor construir o resultado necessário.
O Bahia já teve a chance de fazer o terceiro aos 18 minutos, quando Kieza recebeu na cara do gol e driblou Viáfara, mas tentou passar para Maxi e viu a zaga cortar. Um minuto depois, Kieza recebeu novamente na cara do gol e chutou cruzado, mandando para fora. Mas a pressão deu resultado e aos 22 minutos no contra-ataque Maxi passou para Souza, que passou com qualidade para Kieza, sozinho, ter a tranquilidade de parar, olhar e marcar o gol que ia dando o título ao Bahia.
Mesmo com 3 a 0 no placar, o Bahia continuava pressionando para ficar com resultado mais confortável. A melhor chance veio aos 43, quando em contra-ataque Kieza avançou, tirou de Fernando Belém e chutou cruzado, em mais uma bola que passou muito perto do gol de Viáfara. Já o Conquista chegava mais em lances de falta, levantando na área em busca de um gol de cabeça, sem sucesso. 

Segundo tempo
O Conquista voltou tentando dar calor no Bahia e buscar o gol que mudaria a história do jogo. Mas embora o fluxo fosse maior do Bode, as chegadas mais perigosas ainda eram do Bahia. Aos 10 minutos, Maxi Biancucchi achou Zé Roberto na entrada da área e o atacante virou chutando para o gol, mas Viáfara fez defesa segura.

Aos 13 minutos, Zé Roberto tabelou com Bruno Paulista, recebeu dentro da área e chutou forte, mas a bola tocou em um defensor conquistense e acabou desviando. Dois minutos depois, a arbitragem sinalizou pênalti de Sílvio em Zé Roberto. Com frieza, Souza cobrou e marcou o quarto do Bahia para alegria dos tricolores na Fonte Nova.
Aos 22, gol anulado do Bahia. Tiago Real chutou da entrada da área, a bola desviou em Maxi e encobriu Viáfara, mas o argentino estava impedido e o lance não valeu. Mesmo goleando, a pressão tricolor continuava. Tony tentou chute colocado de fora da área e Viáfara mandou para escanteio. Na cobrança, Maxi cabeceou e Diego Aragão desviou com a mão. O árbitro sinalizou novo pênalti e expulsou o jogador do Bode. Souza, com sua frieza característica, marcou novamente. 
O Bahia já administrava a partida. Aos 34, o tricolor teve outro gol anulado. Kieza cruzou e Willians Santana completou para as redes, mas o auxiliar sinalizou impedimento e a jogada não teve validade. O tricolor ainda desperdiçou chances, mas aos 39 o artilheiro do campeonato, Kieza, recebeu pela direita, tirou do zagueiro, driblou Viáfara e marcou o sexto e último gol do jogo. 
(Informações do Correio).

Doença misteriosa que atinge cidades baianas é identificada como ‘Zika Virus’

O vírus que apresenta sintomas semelhantes aos da dengue e tem assustado a população baiana foi identificado por dois pesquisadores do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal da Bahia (Ufba). O chamado “Zika Virus” atingiu moradores de diversas cidades do estado, a exemplo de Camaçari, Salvador e Feira de Santana.
A descoberta foi feita pelos pesquisadores Gúbio Soares e Silvia Sardi, após a análise de amostras de sangue de pacientes de Camaçari, por meio de uma técnica chamada RT-PCR. O Zika Vírus é transmitido pela picada do mosquito aedes aegypti, aedes albopictus e outros tipos de aedes.
Segundo Gúbio, o Zika Vírus causa um quadro muito parecido com o da dengue, em que o paciente pode apresentar sintomas como febre, diarreia, dores e manchas no corpo. Porém, este novo vírus é mais fraco e os sintomas mais brandos. “Zika Vírus não é tão grave quanto Dengue ou Chikungunya, não leva o paciente à morte. O quadro parece alérgico, é mais tranquilo e o tratamento é o mesmo”, explica o pesquisador. Além destes sintomas, o paciente pode apresentar sinais de conjuntivite.
O Zika Vírus nunca foi detectado no Brasil ou na América Latina. “Quando você dá um diagnóstico, o paciente já vai mais tranquilo para o hospital”, diz Gúbio. “É muito importante para nosso grupo ter descoberto este vírus pela primeira vez no Brasil”, comemorou.  As pesquisas contaram com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb) que disponibilizou recursos através do Programa de Apoio à Pesquisa para o SUS (PPSUS).

Estudos
Exames já haviam descartado que se tratasse de dengue, febre chikungunuya, rubéola e sarampo. Outras duas viroses possíveis para a doença misteriosa eram o parvovírus e a roséola. A roséola é uma infecção viral infecciosa bastante comum, que causa febre e erupções cutâneas (manchas vermelhas na pele), especialmente em crianças. O parvovírus do tipo B19 também é mais comum em crianças e adolescentes.
No final de março, a Embasa apresentou relatório que mostra que não houve alteração na qualidade da água na cidade. Representantes da Coordenadoria do Meio Ambiente da Secretaria do Desenvolvimento Urbano (Sedur) também apresentaram dados que demonstram que não foi detectado nada fora do normal no ar do município nos últimos dois meses.

Informações: Correio da Bahia.

sexta-feira, 1 de maio de 2015

1º de maio. Dia do Trabalho

O Dia do Trabalho é comemorado em 1º de maio. No Brasil e em vários países do mundo é um feriado nacional, dedicado a festas, manifestações, passeatas, exposições e eventos reivindicatórios. 

A História do Dia do Trabalho remonta o ano de 1886 na industrializada cidade de Chicago (Estados Unidos). No dia 1º de maio deste ano, milhares de trabalhadores foram às ruas reivindicar melhores condições de trabalho, entre elas, a redução da jornada de trabalho de treze para oito horas diárias. Neste mesmo dia ocorreu nos Estados Unidos uma grande greve geral dos trabalhadores.

Dois dias após os acontecimentos, um conflito envolvendo policiais e trabalhadores provocou a morte de alguns manifestantes. Este fato gerou revolta nos trabalhadores, provocando outros enfrentamentos com policiais. No dia 4 de maio, num conflito de rua, manifestantes atiraram uma bomba nos policiais, provocando a morte de sete deles. Foi o estopim para que os policiais começassem a atirar no grupo de manifestantes. O resultado foi a morte de doze protestantes e dezenas de pessoas feridas.

Foram dias marcantes na história da luta dos trabalhadores por melhores condições de trabalho. Para homenagear aqueles que morreram nos conflitos, a Segunda Internacional Socialista, ocorrida na capital francesa em 20 de junho de 1889, criou o Dia Mundial do Trabalho, que seria comemorado em 1º de maio de cada ano.

Aqui no Brasil existem relatos de que a data é comemorada desde o ano de 1895. Porém, foi somente em setembro de 1925 que esta data tornou-se oficial, após a criação de um decreto do então presidente Artur Bernardes.

Fonte: http://www.suapesquisa.com/

terça-feira, 28 de abril de 2015

Doença misteriosa atinge três dos 14 municípios da Bacia do Jacuípe

Os municípios de Ipirá, Pé de Serra e Quixabeira,  estão relacionados entres as 15 cidades baianas atingidas com uma doença misteriosa. A matéria foi publicada no site da TV Aratu, conforme segue abaixo: 

A população baiana está assustada há algumas semanas com um novo tipo de doença que causa alterações na pele e parece ser contagiosa. Ainda não se sabe o que causa as lesões e, em alguns casos, febre nas pessoas infectadas. O coordenador de vigilância epidemiológica da Secretaria da Saúde de Salvador (SMS), Enio Soares, confirmou que somente na capital baiana, 316 casos já foram registrados até esta sexta-feira (24). A Secretaria Estadual (Sesab) ainda não tem o levantamento do número de casos em toda Bahia. 

O infectologista Fernando Badaró é taxativo ao afirmar que a doença não tem relação com a dengue e chikungunya. “Ainda não se sabe quais são as causas ou formas de transmissão da doença”, esclarece. Ele comenta ainda sobre a possibilidade de ser transmitida por um vírus ainda desconhecido na Bahia: “Essa é uma possibilidade, os testes estão sendo feitos para verificar se é um vírus ainda não conhecido na nossa região”, destaca. 

A Sesab disse ao Aratu Online que casos já foram registrados em mais 14 municípios além da capital. São eles: Ilhéus, Jequié, Camaçari, Quixabeira, Ipirá, Pé de Serra, Araci, Simões Filho, Vera Cruz, Jaguaripe, Paulo Afonso, Itiúba, Ponto Novo e Senhor do Bonfim. 

“Além da investigação sobre a doença, estamos conversando e orientando os profissionais nos postos de saúde”, conclui o coordenador de vigilância epidemiológica de Salvador. Quem já foi infectado reclama ainda de muita coceira, além de dor no corpo. 
Fonte: http://caboronganoticias.blogspot.com.br/

Brasileiro preso na Indonésia não sabe que será executado, diz prima

Prazo dado pelo país acabou, e execução pode ocorrer a qualquer hora.
Rodrigo Gularte foi condenado à morte por tráfico de drogas.

O brasileiro Rodrigo Gularte, condenado à morte na Indonésia por tráfico de drogas, não sabe que poderá ser executado a qualquer momento, informou a prima dele, Angelita Muxfeldt, que o acompanha no país asiático, segundo o jornal “Hora 1”. A brasileira contou que seu primo está muito calmo, e ainda acredita que será solto.
O prazo de 72 horas dado pela justiça indonésia após o anúncio para os prisioneiros de que eles serão executados terminou. Os nove condenados - oito deles estrangeiros - podem ser mortos por fuzilamento a partir desta terça.
O governo local não informou a data e a hora das execuções, mas acredita-se que elas ocorrerão nas primeiras horas desta quarta-feira (29) – tarde desta terça-feira (28) no horário de Brasília.
Angelita visitou Gularte nesta terça. O governo Indonésio orientou as famílias dos presos a irem à prisão onde eles são mantidos. Segundo a imprensa local, eles foram orientados a se despedir dos condenados.
A brasileira saiu chorando da prisão, e deu uma entrevista aos jornalistas indonésios, em uma tentativa de sensibilizar o governo, tentando dizer ao presidente que ele recusou erradamente o pedido de clemência de Gularte. Ela tem uma equipe de 10 advogados trabalhando pelo brasileiro, além de uma ONG que resolveu ajudar.
Angelita contou que não disse ao primo claramente o que deve ocorrer nas próximas horas, e que ele não sabe o que vai acontecer, apesar de ter sido informado no sábado. Segundo a brasileira, ele sofre de delírios e não entendeu que será executado, nega que isso vá ocorrer e acredita que vai ser solto.
O brasileiro foi diagnosticado com esquizofrenia por dois relatórios no ano passado. Em março, uma equipe médica reavaliou o brasileiro à pedido da Procuradoria Geral indonésia, mas o resultado deste laudo não foi divulgado.
Familiares e conhecidos relataram que Gularte passa seus dias na prisão conversando com paredes e ouvindo vozes. Dizem que ele se recusa a tirar um boné, que usa virado para trás, alegando ser sua proteção.
O brasileiro passou 11 anos em prisões da Indonésia. Ele foi preso em julho de 2004 após tentar entrar na Indonésia com 6 kg de cocaína escondidos em pranchas de surfe, e foi condenado à morte em 2005.
Gularte poderá ser o segundo brasileiro a ser executado na Indonésia. Em janeiro, o carioca Marco Archer Cardoso Moreira foi fuzilado após ser condenado à morte por tráfico de drogas.
Fonte: G1.com

sábado, 11 de abril de 2015

Uma planta muito simples consegue matar até 98% de células cancerígenas e também frear o diabetes.

MELÃO DE SÃO CAETANO

Momordica charantia

Descrição : Erva da família das cucurbitaceae, tambêm conhecida como erva de São Caetano, fruto de cobra, erva das lavadeira e melãozinho. Trata-se de um cipó herbácio, de cheiro desagradável, caule sulcado e fino, ramos quadrangulares, folhas palmatífidas, e alternas, flores amarelo-pálidas ou brancas em cachos ou corimbos, solitárias masculino e femininas, e fruto abrindo-se em três válvulas espinhosas, cor-de-ouro, tendo, no interior, as sementes cobertas de um arilo vermelho de 1.6 à 3 centímentros de comprimento. O fruto é uma cápsula coberta de protuberâncias moles, de constência carnosa, amarelo-avermelhado quando maduros. As semente são comidas pelas crianças e muito procuradas pelos passarinhos e crianças. Suas folhas clareiam a roupa e tiram machas. Todo o fruto é comestível quando novo.
Origem : Originária da África
Habitat : Encontra-se em áreas tropicais da amazônia, África, Ásia e Caribe. Aparece em quase todo o Brasil em terrenos abandonados.
História : Foi largamente utilizado pela medicina popular e pelas tribos do amazônas. Principalmente pelas lavadeiras para clarear roupas e tirar manchas.
Parte utilizada: Frutos, hastes, folhas e arilo das sementes.
Propriedades : antileucorréico, anticatarral, anti-reumático, bactericida, antivirótico, anticancerígeno, antileucêmico, antitumoral, hipoglecimiante, anti-inflamatório nas colites, purgativo nas constispações com fezes ressecadas, vermífugo e anti-parasitário externo.
Indicações : Inflamações hepáticas, diabetes, cólicas abdominais, problemas de pele, queimaduras com leucorréias purulentas, furúnculos e hemorróidas, triglicerídios, prisão de ventre, tosse, catarro amarelo, febres intermitentes, gripes, faringites como febrífico, edemas inflamatórios como diurético, Eczemas, nódulos, abcessos como resolutivos e antiinflamatórios, oligomenorréias e dismenorréias, como enemagogo e antiespasmódico. Dores articulares em geral como analgésico.
Principios Ativo : momordicina, momordicripina e ácido momórdico, alcalóides, triterpenos, proteínas, curcubitacina B, esteróides, saponinas esterodais, charantina, peptídeos, insulino-sememlhantes, componentes ativos ativos, charantina, charina, criptoxantina, curcubitacina, curcubitano, cicloartenol, diosgenina, ácido gentisico, goyalglicosídeos, gayasaponinas, inibidorera de guanilato-ciclase, gipsoláurico, ácido linoleico, ácido linolenico, momocharasideo, momocharina, momordenol, multitiflorenol, ácido oxálico, pentedecanos, peptídeos, ácido petroselínico, ácido rosmarínico, rubixantina, spinasterol, glicosídeos esterodais, estigmatadióis, estigmasterol, taraxerol, trehalose, inibidores da tripsina, uracil, vacina, v-insulina, verbascosídeos, zeatina-ribosídeo, zeaxantina e zeinoxantina,
Modo de Usar : infusão de folhas secas, para leucorréia e menstruações difíceis, 10 gramas por litro de água. Sumo - feito com folhas e misturado com óleo de amêndoas doces, é usado em queimaduras. decocção para diabétes - 5 gramas de folha fresca picadas em 1/4 de litro de água fria. Aquecer e ferver por 1 minuto. Deixar em repouso por 10 minutos e coar. Tomar 1/2 copo pela manhã e 1/2 copo antes do jantar. infusão - 20 gramas de folhas e flores em 1 litro de água. Tomar 1/2 copo de manhã e 1/2 antes dom jantar. Pomada - raspar e misturar a polpa dos frutos com vaselina, para provocar a supuração nos casos de tumores, furúnculos. - frutos cozidos: vomitivos e antivenéreos. - frutos maduros em cataplasmas: hemostáticos. - suco das folhas: emético, purgante, mordida de serpentes e afecções biliares. - raiz: adstringente. - decocção das folhas: infecções da pele. - infusão das folhas (forte): escabiose, picadas de insetos, malária, pruridos e úlceras malignas - infusão da planta inteira: resfriado - folhas e frutos: gogo das aves - infusão de 10 g de folhas secas por litro de água: leucorréia, menstruações difíceis e cólicas causadas por vermes. - infusão do fruto: hemorróidas. - ungüento: arilo contuso misturado com vaselina: tumores, furúnculos e carbúnculos. - suco: machucar as folhas verdes em óleo de amêndoas doces: queimadura. - suco puro das folhas: sarna.
Contra-indicações/cuidados: gestantes, nutrizes e crianças; as sementes contém compostos tóxicos e teratogênicos, não devendo ser ingeridas em grandes quantidades, pois tambêm é abortivo e inibidor sa síntese proteíca. Tambêm é contra indiciada para pessoas que querem ter filhos. Não administrar em diabéticos, pois tem efeitos hipoglicêmicos e portadores de diarréia crônica, pois aumenta o número de evacuações e provoca a diarréia pastosa. As sementes têm compostos tóxicos e não devem ser ingeridas em grandes quantidades. Causa alterações nos testes laboratoriais do sangue - glicosúria falso-negativo em exames que usem fitas oxididantes-reagentes e reagentes de Benedict; embora não tenha efeitos fobre as leveduras e fungos; seu uso prilongado pode prejudicar a flora bacteriana fisiológica levando ao crescimento de certas leveduras oportunistas, como a cândida.
Efeitos colaterais: causa queda drástica da taxa de glicose sangüínea (hipoglicemia) em poucas horas; pode ter ação teratogênica; in vitro, é um inibidor da síntese protéica; pode causar aborto.
Superdosagem : alguns autores afirmam que meia colherada do sumo do fruto maduro pode matar um bezerro grande em 16 horas, depois de apresentar vômitos e diarréia; constatou-se lesões testiculares em cães e alterações sobre os parâmetros sangüineos em suínos.
Posologia :
Adultos - 3 a 6 ml de tintura divididos em 2 ou 3 doses diárias, diluídos em água, em uso internos - para todas as indiciações; 3 gramas de planta inteira seca ou 6 gramas de planta inteira fresca ( 1 colher de sobremesa para cada xícara de água ) em decocto ou infuso até 3 vezes ao dia, com interevalos menores que 12 horas em uso interno para todas as indicações; Cápsulas : 1000 mg duas vezes ao dia em todas as indicações. Os frutos maduros vaporizados e transformados em polpa podem ser aplicados sobre e pele em emplastos; O suco de 1 ou 2 frutos pode ser usado em todas as queixas gastrointestinais, nas parasitoses, para reduzir o colesterol e triglicerídeos, 2 vezes ao dia.
Crianças - tomar de 1/6 a 1/2 doses de acordo com a idade.

www.blogger.com/blogger.g?blogID=318017949511814355#editor/target=post;postID=5975259749510359371

Trincheira de açude não suporta volume de água e rompe no município de Pintadas

Na madrugada da última quarta-feira, 08 de abril de 2015, a trincheira do açude, conhecido como Poço do Capim, que fica nas proximidades do povoado de Raspador, município de Pintadas, não suportou as águas e rompeu. Choveu aproximadamente 130 milímetros na região. 
Uma perda incalculável para a comunidade, sendo que será necessário esperar o final do período das chuvas para iniciar o processo de reconstrução da trincheira.
Fonte: VR14

Vereadores Alan e Pororó cobram ações do governo da Bahia para Mairi‏

No último dia nove de abril, os Vereadores Alan e Pororó estiveram, juntamente com a Deputada Estadual Neusa Cadore, na Embasa e na SEINFRA em audiências solicitando ações daqueles órgãos para o nosso município.
Na SEINFRA, foram encaminhadas inúmeras demandas como: Telefonia móvel para todos os Distritos de Mairi (Angico, Aroeira e Ponto de Mairi), realização de obras no setor de energia rural e urbana (programa luz para todos e universalização), estudos para inclusão, como prioridade, na Bacia do Jacuípe, da pavimentação asfáltica de Pintadas a Mairi e de Mairi a Várzea do Poço. Também fora solicitado apoio da SEINFRA para tentar ajudar o município na resolução do gigantesco problema da cratera da Avenida ACM que a cada dia aumenta, desde 11 de janeiro de 2004.
O Secretário Marcos Cavalcanti e a Deputada Neusa se mostraram dispostos a ajudar o município com relação ao que fora solicitado.
Num outro momento, junto a Embasa, com Draª Poliana, Diretora de Operação Norte, fora cobrado a regularização do abastecimento de água nos bairros do Reviver e da Lapinha na sede do município, além da possibilidade de viabilização da extensão de água doce para toda a microrregião de Boa Paz. Essa extensão dar-se-á a partir da adutora que abastece o Distrito de Aroeira.
Na Embasa, ficara acertado que, no segundo semestre, uma outra reunião acontecerá, para que, em 2016 o projeto de água para a região de Boa Paz possa ser adicionado ao orçamento da empresa. Drª Poliana também se mostrou apta a autorizar a extensão de rede de água para as ruas da sede que ainda não dispõe desse serviço.
Na Assembleia Legislativa, o Vereador Alan cobrou do gabinete da Deputada Neusa empenho para que os projetos do município, junto a CAR (cisternas, tratores, padaria, casa do mel, banheiros), possam ser acelerados, uma vez que os mesmos irão beneficiar as associações de Mairi.
Fonte: Agmar Rios