domingo, 24 de maio de 2015

Capim Grosso e Serrolândia passam a fazer parte da Bacia do Jacuípe

Ambos faziam parte do Território de Identidade Piemonte da Diamantina

Foi aprovado por unanimidade na Câmara de Vereadores em duas sessões nesta quinta-feira, 21 de maio de 2015 a inclusão dos municípios de Capim Grosso e Serrolândia ao Território de Identidade Bacia do Jacuípe, o Projeto foi sancionou pelo Executivo Municipal nesta sexta-feira, 22 de maio de 2015, quando for aprovado em todas as 14 Câmaras será publicada no Diário Oficial e assim o Território de Identidade Bacia do Jacuípe passará a ser composto por 16 municípios: Baixa Grande, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Gavião, Ipirá, Mairi, Nova Fátima, Pé de Serra, Pintadas, Quixabeira, Riachão do Jacuípe, São José do Jacuípe, Serra Preta, Serrolândia, Várzea da Roça e Várzea do Poço.
LEI COMPLEMENTAR Nº. 267/2015, de 22 de maio de 2015
Ratifica e altera o Contrato de Consórcio Público que constituiu o Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável do Território Bacia do Jacuípe – CDS JACUÍPE, em razão de alterações ulteriores, inclusive quanto à sua nova denominação para Consórcio Jacuípe e o ingresso de mais dois novos entes municipais, o município de Serrolândia e o município de Capim Grosso – Estado da Bahia.
O Prefeito Municipal de Baixa Grande, Estado da Bahia, no uso de suas atribuições legais, faz saber que a Câmara de Vereadores aprovou e ele sanciona a seguinte Lei:
Art. 1º. Fica ratificado, com alterações de que trata a ementa desta Lei e outras, o Contrato de Consórcio Público que disciplina a constituição do Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável do Território Bacia do Jacuípe –
CONSÓRCIO JACUÍPE, com o seu Anexo Único.

Parágrafo único. Com o número de ratificações previsto no Contrato de Consórcio, devidamente subscrito pelos entes municipais integrantes, resultou automaticamente criada a autarquia interfederativa Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Território Bacia do Jacuípe, que doravante será também denominado de CONSÓRCIO JACUÍPE.
Art. 2º. Fica ratificado e alterado o Anexo Único do Contrato de Consórcio, com a criação dos empregos públicos nele previstos.
Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário.
Art. 4º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Baixa Grande – BA, 22 de maio de 2015.
PEDRO LIMA NETO
Prefeito Municipal de Baixa Grande

Fonte:Foi aprovado por unanimidade na Câmara de Vereadores em duas sessões nesta quinta-feira, 21 de maio de 2015 a inclusão dos municípios de Capim Grosso e Serrolândia ao Território de Identidade Bacia do Jacuípe, o Projeto foi sancionou pelo Executivo Municipal nesta sexta-feira, 22 de maio de 2015, quando for aprovado em todas as 14 Câmaras será publicada no Diário Oficial e assim o Território de Identidade Bacia do Jacuípe passará a ser composto por 16 municípios: Baixa Grande, Capela do Alto Alegre, Capim Grosso, Gavião, Ipirá, Mairi, Nova Fátima, Pé de Serra, Pintadas, Quixabeira, Riachão do Jacuípe, São José do Jacuípe, Serra Preta, Serrolândia, Várzea da Roça e Várzea do Poço.
LEI COMPLEMENTAR Nº. 267/2015, de 22 de maio de 2015
Ratifica e altera o Contrato de Consórcio Público que constituiu o Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável do Território Bacia do Jacuípe – CDS JACUÍPE, em razão de alterações ulteriores, inclusive quanto à sua nova denominação para Consórcio Jacuípe e o ingresso de mais dois novos entes municipais, o município de Serrolândia e o município de Capim Grosso – Estado da Bahia.
O Prefeito Municipal de Baixa Grande, Estado da Bahia, no uso de suas atribuições legais, faz saber que a Câmara de Vereadores aprovou e ele sanciona a seguinte Lei:
Art. 1º. Fica ratificado, com alterações de que trata a ementa desta Lei e outras, o Contrato de Consórcio Público que disciplina a constituição do Consórcio Público de Desenvolvimento Sustentável do Território Bacia do Jacuípe –
CONSÓRCIO JACUÍPE, com o seu Anexo Único.

Parágrafo único. Com o número de ratificações previsto no Contrato de Consórcio, devidamente subscrito pelos entes municipais integrantes, resultou automaticamente criada a autarquia interfederativa Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Território Bacia do Jacuípe, que doravante será também denominado de CONSÓRCIO JACUÍPE.
Art. 2º. Fica ratificado e alterado o Anexo Único do Contrato de Consórcio, com a criação dos empregos públicos nele previstos.
Art. 3º. Revogam-se as disposições em contrário.
Art. 4º. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.
Baixa Grande – BA, 22 de maio de 2015.
PEDRO LIMA NETO
Prefeito Municipal de Baixa Grande

informações Bacia do Jacuípe

7 são mortos e cinco ficam feridos em rebelião no presídio de Feira de Santana

Cinco detentos ficaram feridos e sete foram mortos, na tarde deste domingo (24), durante uma briga entre grupos rivais dentro do pavilhão 10 do Conjunto Penal de Feira de Santana. Cerca de 336 presos ocupam as 38 celas do local.
Foram feridos a golpe de faca Dioclécio Aureliano dos Santos, Davi Pires Almeida Fernandes, Anderson Clayton Silva Nascimento, Iago de Jesus dos Santos e Luiz dos Santos Almeida. Ele foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA).
O detento José Sirlas foi decapitado. Os nomes dos outros seis mortos ainda não foram divulgados pela polícia. O Departamento de Polícia Técnica está no local e realiza os levantamentos cadavéricos.
Parentes aguardando liberação de reféns em corrente de oração
Parentes dos detentos, entre eles crianças, que se dirigiram ao presídio para a visita dominical, foram feitos reféns dentro do pavilhão. Os presos pedem a presença da comissão de Direitos Humanos da Câmara de Vereadores, bem como o presidente da Casa, Ronny, para liberação das famílias.
Fonte: Agmar Rios

domingo, 17 de maio de 2015

Homem tem corpo esmagado por carreta no Anel de Contorno

Um homem teve o corpo totalmente esmagado por uma carreta com licença de Minas Gerais, por volta das 11h30 deste sábado (16), na Avenida Eduardo Fróes da Mota (Anel de Contorno), próximo ao hipermercado Assai, em Feira de Santana. 
Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Arnóbio Rios Lopes, 63 anos, estava em um veículo Fiat Strada cinza, de placa EIN-5944, quando estacionou o veículo no acostamento. Em seguida, ele aguardou a passagem de uma carreta e se jogou debaixo do terceiro eixo. 
O PRF Dias suspeita que ele teria esperado para se jogar no terceiro eixo para evitar que a carreta freasse. O corpo ficou totalmente destruído. 
Um condutor que seguia no sentido contrário, presenciou o fato e informou ao policial que antes de se jogar a vítima olhou para o céu e fez o sinal da cruz. O motorista da carreta estava muito abalado e não quis gravar entrevista. Ele foi ao Complexo de Delegacias, no bairro Sobradinho, e será liberado após prestar esclarecimentos. 
O filho da vítima disse que ele sofria de depressão. Arnóbio residia no conjunto Milton Gomes, região do bairro Queimadinha. 

Foto e informações do repórter Ed Santos do Acorda Cidade

Ator Elias Gleizer morre aos 81 anos

Ele morreu neste sábado (16), no Rio, por falência circulatória.
Papel mais recente dele foi na novela 'Boogie Oogie'.

O ator da Rede Globo Elias Gleizer morreu aos 81 anos neste sábado (16), no Rio.
Ele estava internado no Hospital Copa D'Or, em Copacabana, desde 6 de maio e morreu por falência circulatória em decorrência de um trauma. Ele sofreu uma queda e o quadro se agravou.
Não há informações sobre o velório. Uma irmã do ator que mora em São Paulo está a caminho do Rio para acertar os detalhes. Ele nunca casou nem teve filhos.
Elias nasceu em 4 de janeiro de 1934, em São Paulo, filho de imigrantes judeus poloneses, de pai sapateiro e mãe dona de casa.
Aliás, Elias não; para dizer seu nome de batismo, geralmente ele precisa repetir a mesma historinha de sempre: “Quando estou numa repartição pública, na hora da entrega do documento, eles começam: ‘Pedro de Oliveira, Antonio de Souza, Joaquim Gonçalves...’ Quando percebo uma pausa de dois minutos, falo: ‘Sou eu’. Meu nome é Ilicz. Costumo dizer que houve só três Ilicz no mundo: Ilytch Tchaikovsky, Vladimir Ilyich Lênin e Ilicz Gleizer.” 
Ele trabalhou no teatro e no cinema, mas consagrou-se na televisão. A carreira de ator começou no fim dos anos 1950, na extinta TV Tupi. O papel mais recente de Elias Gleizer em novelas foi em "Boogie Oogie", de 2014. O ator também esteve em dezenas de produções, incluindo as novelas "Tempos Modernos", "Caminho das Índias", "Pé na Jaca", "Sinha Moça", "Sonho Meu", entre outras.
Fonte: G1.com

domingo, 10 de maio de 2015

Há 45 anos os Beatles levavam fãs em todo o planeta para um céu de diamantes; grupo se desfez, mas ficou o legado

Formado por quatro jovens britânicos de Liverpool, os Beatles foram uma banda de rock’n’roll que revolucionou a música pop mundial. Composta por Paul McCartney, John Lennon, George Harrison e Ringo Starr, o quarteto de Liverpool produziu canções que se tornaram emblemáticas dos anos 1960 e 1970, como “Eleanor Rigby”, “Hey Jude”, “Penny Lane”, “Yesterday”, “I wanna hold your hand”, “With a little help from my friends”, “Strawberry fields forever”, "Lucy in the sky with diamonds”, entre outras.
O grupo, com apoio do produtor George Martin - chamado de o quinto Beatle -, também revolucionou os lançamentos discográficos, com o antológico LP “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band”, lançando as bases para a fase psicodélica do rock e o que viria a ser chamado de álbum conceitual, ao mesmo tempo dialogando com a chamada Pop Art.
As composições eram assinadas sempre em dupla por Paul McCartney e John Lennon, com um estilo facilmente reconhecível. George Harrison também compôs canções para o grupo, inclusive pérolas como Something. Após anos de sucesso, o grupo se desfez no dia 10 de abril de 1970, quando Paul anunciou o rompimento, em meio a desavenças e controvérsias entre os quatro. Lennon classificou o rompimento como o fim de um sonho. No mês seguinte, os fãs de todo o planeta ainda viram chegar às lojas o último álbum da banda, "Let it Be". Gravado entre janeiro e março, o décimo terceiro álbum do grupo foi lançado no dia 8 de maio. Trazia, além da música-título, um documentário de mesmo nome e a canção "Get Back" entre suas 12 faixas.
Lennon seguiria compondo ao lado da mulher, Yoko Ono, até ser assassinado em 1980, em Nova York, por Mark Chapman, em frente ao edifício Dakota, onde morava. Paul McCartney, por sua vez, seguiu carreira solo com a mulher, Linda, com quem formou o grupo Wings. Hoje, continua em atividade, assim como Ringo Starr. Harrison morreu de câncer em 2001.
A trajetória dos Beatles coincide com um período de revolução nos costumes, com a juventude se engajando em movimentos hippie, orientalismo e nas mobilizações contra a guerra do Vietnã, com o movimento Paz e Amor. Também foi a época das drogas, psicodelia e amor livre. A banda em todas as suas fases refletiu esses movimentos e tendências e muitas de suas canções ficaram para sempre associadas aos vertiginosos anos 1960. 
(O Globo). 

domingo, 3 de maio de 2015

Vasco vence o Botafogo, quebra jejum e é campeão

Desde 2003 o time cruz-maltino não vencia o Campeonato Carioca. Rafael Silva e Gilberto fizeram os gols vascaínos, com Diego Jardel descontando.
Daqui a alguns anos, poderemos lembrar desse título do Vasco como sendo aquele da “volta do respeito”. Pode ser o da “quebra do jejum”. Poderemos classificar como a conquista que “encerrou a escrita de jamais ter vencido o Botafogo em decisões”. Ou, ainda, “aquela final do Rafael Silva”. O torcedor fique à vontade para escolher. O que importa é que o Vasco deste domingo provou que sua grandeza não tem fim. Existem pequenos intervalos, como foi o período desde 2003 sem conquistar o Campeonato Carioca. Há, na verdade, sempre uma nova maneira de contar por que o clube é o que é. Pode ser, por exemplo, um mosaico escrito que o Maracanã é seu desde 1950. Pior para o Botafogo, que lutou muito, mas não teve forças para evitar nova derrota e ficou com o vice após o 2 a 1 desta tarde. Pela 23ª vez, o Rio de Janeiro, o Maracanã e a alegria são cruz-maltinos.
A tensão por se tratar de uma decisão contribuiu para o baixo nível técnico do primeiro tempo. Nervosos, os times fizeram faltas duras. Foram sete amarelos distribuídos, quatro para o Botafogo e três para o Vasco. Precisando vencer para ao menos forçar a decisão por pênaltis, o Alvinegro deu a falsa impressão de que pressionaria, quando Bill, aos 4, perdeu na cara de Martín Silva. Foi só. O time, que perdeu Willian Arão machucado aos 27, abusou dos chutões para frente. Quando quis sair tocando, o Vasco, que só ameaçou na bola parada e pouco se expôs, agradeceu. Aos 44, Guiñazu pressionou e roubou a bola de Marcelo Mattos perto da área. O argentino tocou para Rafael Silva, que, com a bola quicando, bateu cruzado, de esquerda, e abriu o marcador.
O Botafogo voltou para a segunda etapa com Diego Jardel na vaga de Tomas. Foi o meia quem empatou aos 29, depois de o Alvinegro passar boa parte do tempo rondando, sem perigo, a área cruz-maltina. O Vasco, que antes tinha visto Gilberto dar dois chutes perigosos, recuou. Mas se postou bem na defesa. Segura, sua zaga cortou a maioria dos cruzamentos. Martín Silva teve pouco trabalho. Fernandes, expulso, deixou o Botafogo com 10 aos 39. Com espaço, Marcinho e Bernardo, ambos que entraram na segunda etapa, seguraram a bola na frente nos minutos finais. Gilberto, em belo chute cruzado dentro da área, deu o triunfo ao time de Doriva aos 46.

Rafael Silva saiu do banco para decidir o primeiro jogo. Neste domingo, foi titular e correspondeu, se tornando o mais novo carrasco alvinegro. Deu apenas um chute a gol, certeiro, desafogando a torcida cruz-maltina no Maracanã. Estrela e oportunismo do atacante, que chegou sem badalação no ano passado a São Januário e escreveu seu nome na rica história vascaína.
- Ganhei de novo junto com o Doriva e o Anderson Salles (foram campeões pelo Ituano-SP em 2014). Espero ser tri ano que vem. Quero renovar meu contrato e ficar no Vasco.
Fonte:: G1.com


Santos bate o Palmeiras nos pênaltis e conquista seu 21º título paulista

Peixe abriu 2 a 0 no primeiro tempo, mas gol de Lucas, no segundo tempo, fez Verdão renascer na partida. Nas penalidades, brilhou a estrela do goleiro Vladimir, que defendeu a cobrança de Rafael Marques.
Nos pênaltis, com sofrimento, tensão e um grito de alívio no final. Assim, o Santos conquistou seu 21º título estadual neste domingo, na Vila Belmiro, ao vencer o Palmeiras, por 2 a 1, no tempo normal, e, nos pênaltis, fazer 4 a 2. Durante os 90 minutos, cada time dominou uma metade: o Peixe foi melhor no início e fez 2 a 0, com David Braz e Ricardo Oliveira. Depois do intervalo, o Verdão foi superior, diminuiu o placar, com Lucas, e forçou a disputa por penalidades, pois havia vencido o jogo de ida, domingo passado, por 1 a 0.
Então, entrou em campo a maior calma dos santistas, que tiveram ótimo desempenho: Braz, Gustavo Henrique, Victor Ferraz e Lucas Lima converteram suas cobranças. No Palmeiras, Cleiton Xavier e Leandro Pereira marcaram, mas Rafael Marques e Jackson perderam.

Fonte: G1.com

Na Fonte Nova, Bahia goleia o Vitória da Conquista e é bicampeão do Baiano

O Bahia goleou o Vitória da Conquista por 6 a 0 e se sagrou bicampeão do Campeonato Baiano na tarde deste domingo (3). Depois de perder por 3 a 0 a partida de ida e de ser vice-campeão do Nordestão durante a semana, o time tricolor reagiu e reverteu o placar na Fonte Nova hoje. Robson, Bruno Paulista, Kieza e Souza, duas vezes cada, marcaram pelo tricolor.
Foi o 46º título do Bahia e a primeira volta olímpica da nova Fonte Nova. O último título do Bahia no estádio foi há 14 anos, quando o tricolor foi campeão da Copa do Nordeste, em 2001, sobre o Sport.
O Bahia começou o jogo de maneira intensa e em apenas 22 minutos conseguiu fazer o placar que revertia a vantagem e dava ao tricolor o título baiano de 2014. Depois de uma pressão inicial, já aos 9 minutos o Bahia abriu o placar com o zagueiro Robson.
Souza cruzou, Viáfara tirou de soco e depois uma sobra de bola ficou com Robson, que fuzilou da entrada da área e marcou 1 a 0. Aos 13 minutos, em jogada parecida a bola sobrou fora da área para Bruno Paulista chutar de primeira e marcar um golaço. Faltava um gol para o tricolor construir o resultado necessário.
O Bahia já teve a chance de fazer o terceiro aos 18 minutos, quando Kieza recebeu na cara do gol e driblou Viáfara, mas tentou passar para Maxi e viu a zaga cortar. Um minuto depois, Kieza recebeu novamente na cara do gol e chutou cruzado, mandando para fora. Mas a pressão deu resultado e aos 22 minutos no contra-ataque Maxi passou para Souza, que passou com qualidade para Kieza, sozinho, ter a tranquilidade de parar, olhar e marcar o gol que ia dando o título ao Bahia.
Mesmo com 3 a 0 no placar, o Bahia continuava pressionando para ficar com resultado mais confortável. A melhor chance veio aos 43, quando em contra-ataque Kieza avançou, tirou de Fernando Belém e chutou cruzado, em mais uma bola que passou muito perto do gol de Viáfara. Já o Conquista chegava mais em lances de falta, levantando na área em busca de um gol de cabeça, sem sucesso. 

Segundo tempo
O Conquista voltou tentando dar calor no Bahia e buscar o gol que mudaria a história do jogo. Mas embora o fluxo fosse maior do Bode, as chegadas mais perigosas ainda eram do Bahia. Aos 10 minutos, Maxi Biancucchi achou Zé Roberto na entrada da área e o atacante virou chutando para o gol, mas Viáfara fez defesa segura.

Aos 13 minutos, Zé Roberto tabelou com Bruno Paulista, recebeu dentro da área e chutou forte, mas a bola tocou em um defensor conquistense e acabou desviando. Dois minutos depois, a arbitragem sinalizou pênalti de Sílvio em Zé Roberto. Com frieza, Souza cobrou e marcou o quarto do Bahia para alegria dos tricolores na Fonte Nova.
Aos 22, gol anulado do Bahia. Tiago Real chutou da entrada da área, a bola desviou em Maxi e encobriu Viáfara, mas o argentino estava impedido e o lance não valeu. Mesmo goleando, a pressão tricolor continuava. Tony tentou chute colocado de fora da área e Viáfara mandou para escanteio. Na cobrança, Maxi cabeceou e Diego Aragão desviou com a mão. O árbitro sinalizou novo pênalti e expulsou o jogador do Bode. Souza, com sua frieza característica, marcou novamente. 
O Bahia já administrava a partida. Aos 34, o tricolor teve outro gol anulado. Kieza cruzou e Willians Santana completou para as redes, mas o auxiliar sinalizou impedimento e a jogada não teve validade. O tricolor ainda desperdiçou chances, mas aos 39 o artilheiro do campeonato, Kieza, recebeu pela direita, tirou do zagueiro, driblou Viáfara e marcou o sexto e último gol do jogo. 
(Informações do Correio).

Doença misteriosa que atinge cidades baianas é identificada como ‘Zika Virus’

O vírus que apresenta sintomas semelhantes aos da dengue e tem assustado a população baiana foi identificado por dois pesquisadores do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal da Bahia (Ufba). O chamado “Zika Virus” atingiu moradores de diversas cidades do estado, a exemplo de Camaçari, Salvador e Feira de Santana.
A descoberta foi feita pelos pesquisadores Gúbio Soares e Silvia Sardi, após a análise de amostras de sangue de pacientes de Camaçari, por meio de uma técnica chamada RT-PCR. O Zika Vírus é transmitido pela picada do mosquito aedes aegypti, aedes albopictus e outros tipos de aedes.
Segundo Gúbio, o Zika Vírus causa um quadro muito parecido com o da dengue, em que o paciente pode apresentar sintomas como febre, diarreia, dores e manchas no corpo. Porém, este novo vírus é mais fraco e os sintomas mais brandos. “Zika Vírus não é tão grave quanto Dengue ou Chikungunya, não leva o paciente à morte. O quadro parece alérgico, é mais tranquilo e o tratamento é o mesmo”, explica o pesquisador. Além destes sintomas, o paciente pode apresentar sinais de conjuntivite.
O Zika Vírus nunca foi detectado no Brasil ou na América Latina. “Quando você dá um diagnóstico, o paciente já vai mais tranquilo para o hospital”, diz Gúbio. “É muito importante para nosso grupo ter descoberto este vírus pela primeira vez no Brasil”, comemorou.  As pesquisas contaram com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb) que disponibilizou recursos através do Programa de Apoio à Pesquisa para o SUS (PPSUS).

Estudos
Exames já haviam descartado que se tratasse de dengue, febre chikungunuya, rubéola e sarampo. Outras duas viroses possíveis para a doença misteriosa eram o parvovírus e a roséola. A roséola é uma infecção viral infecciosa bastante comum, que causa febre e erupções cutâneas (manchas vermelhas na pele), especialmente em crianças. O parvovírus do tipo B19 também é mais comum em crianças e adolescentes.
No final de março, a Embasa apresentou relatório que mostra que não houve alteração na qualidade da água na cidade. Representantes da Coordenadoria do Meio Ambiente da Secretaria do Desenvolvimento Urbano (Sedur) também apresentaram dados que demonstram que não foi detectado nada fora do normal no ar do município nos últimos dois meses.

Informações: Correio da Bahia.

sexta-feira, 1 de maio de 2015

1º de maio. Dia do Trabalho

O Dia do Trabalho é comemorado em 1º de maio. No Brasil e em vários países do mundo é um feriado nacional, dedicado a festas, manifestações, passeatas, exposições e eventos reivindicatórios. 

A História do Dia do Trabalho remonta o ano de 1886 na industrializada cidade de Chicago (Estados Unidos). No dia 1º de maio deste ano, milhares de trabalhadores foram às ruas reivindicar melhores condições de trabalho, entre elas, a redução da jornada de trabalho de treze para oito horas diárias. Neste mesmo dia ocorreu nos Estados Unidos uma grande greve geral dos trabalhadores.

Dois dias após os acontecimentos, um conflito envolvendo policiais e trabalhadores provocou a morte de alguns manifestantes. Este fato gerou revolta nos trabalhadores, provocando outros enfrentamentos com policiais. No dia 4 de maio, num conflito de rua, manifestantes atiraram uma bomba nos policiais, provocando a morte de sete deles. Foi o estopim para que os policiais começassem a atirar no grupo de manifestantes. O resultado foi a morte de doze protestantes e dezenas de pessoas feridas.

Foram dias marcantes na história da luta dos trabalhadores por melhores condições de trabalho. Para homenagear aqueles que morreram nos conflitos, a Segunda Internacional Socialista, ocorrida na capital francesa em 20 de junho de 1889, criou o Dia Mundial do Trabalho, que seria comemorado em 1º de maio de cada ano.

Aqui no Brasil existem relatos de que a data é comemorada desde o ano de 1895. Porém, foi somente em setembro de 1925 que esta data tornou-se oficial, após a criação de um decreto do então presidente Artur Bernardes.

Fonte: http://www.suapesquisa.com/